Todo mundo quer estar nas primeiras posições do Google, mas nem todos conseguem e nem sabem como fazer para estar lá.

85% das pessoas buscam na internet antes de tomar uma decisão de compra, mas elas só vão até o 4º resultado e a maioria consegue resolver o que estavam buscando nestes primeiros sites. E se seu negócio não está aí, você está perdendo mercado.

Como aparecer na primeira página do Google?

Então o que devo fazer para estar na primeira página do Google? 🤔

Antes de mais nada, vou focar neste artigo em trazer o melhor que você pode fazer pelo seu site, mas algumas coisas serão mais técnicas e você precisará da ajuda da empresa ou programador que desenvolveu seu site.

Estar nas primeiras posições do Google de forma orgânica, ou seja, sem precisar pagar para o Google, necessita aplicar técnicas de otimização de site, que chamamos de SEO (Search Engine  Optimization).

 

1.  CONTEÚDO DO SEU SITE

O Google quer entregar o melhor conteúdo para que o seu usuário tenha a melhor experiência, sendo assim ele quer que o assunto que for procurado seja encontrado com rapidez e com entrega total.

Portanto tenha conteúdo sobre o que seu público busca se atentando nas palavras-chaves que ele irá buscar. Digo isso não só para sites que tem blog mas o conteúdo sobre seus serviços e produtos.

Aqui na WD House quando geramos o conteúdo do site para nossos clientes algumas vezes os serviços são técnicos e com nomenclaturas difíceis, é preciso analisar como que os interessados irão fazer a busca por aquele serviço, pois o Google lê exatamente o que você escreve no seu site, e se bater com a busca feita ele irá entender que você tem a resposta para o usuário.

DICA: Para saber disso pode usar o Google Suggest ou o planejador de palavras-chaves e entender os termos buscados do seu negócio.

 

2.  GERE CONTEÚDO RELEVANTE

Aqui é o ponto principal e o mais importante das técnicas de SEO que vai levar o seu site aos primeiros resultados do Google sem precisar pagar.

Como já disse o Google quer entregar o melhor conteúdo para seu usuário, se você tiver um site com blog que gere conteúdo e que contenha as palavras-chaves que seu público busca, o Google vai entender que você tem autoridade sobre o assunto e vai lhe ranquear melhor.

Mas não adianta só largar o conteúdo por que tem que ter. É preciso que seu conteúdo seja relevante, bem explicativo, com boa escrita e o mais importante, PRÓPRIO. O Google sabe se você está copiando de outro lugar e ele te penaliza por isso e não vai te ranquear.

“Mas Gabriela, o Google sabe se meu conteúdo é relevante como?”

Bem isso já é outra métrica, onde você pode analisar pelo Google Analytics, onde a qualidade do seu site é medido pelo tempo que o usuário fica na sua página, ou seja se for um conteúdo relevante, explicativo e de boa escrita o usuário ficará mais tempo pois se interessou pelo o que está lendo e o tempo de permanência no seu site aumentará logo se entende que você é bom.

DICA: Mantenha a frequência, planeje seu conteúdo criando um calendário editorial, adicione imagens (salve o nome do arquivo com sua palavra-chave para raquear no Google Imagens) e vídeos para enriquecer sua página.

 

3. RAPIDEZ

Site rápido

O Google leva muito em conta a velocidade do seu site, e o usuário também.

Você mesmo já não entrou em um site que demorou a carregar e fechou por que estava muito demorado?

Então essa ação, segundo o Google, leva apenas 7 segundos, então se seu site está demorado, é certo que o usuário não irá esperar e nem voltará. Portanto a performance do seu site é muito importante que pode ser a qualidade do seu código ou onde ele está hospedado.

DICA: Faça o teste do seu site no link https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/feature/testmysite

 

4. SITE MOBILE

Antes de qualquer coisa vou colocar dois dados importantes:

50% dos usuários começam sua busca em um dispositivo móvel e essa porcentagem deve aumentar. – Inet Solutions

40% dos visitantes irão para um resultado de pesquisa diferente se o primeiro não for amigável para dispositivos móveis. – Tyton Media

Bom acho que não precisa dizer mais nada né?

É... seu site precisa ser responsivo, ou seja, ele tem que ser adaptável ao smartphone, tablet e desktop.

Primeiro que o Google não está mais indexando (exibindo nos seus resultados) sites que não são responsivos. E segundo que o usuário ao abrir seu site e ver que ele terá que ficar aumentando e diminuindo o seu site ele já fecha sua página.

Para saber se seu site é responsivo, acesse ele pelo celular, se você ver que tem que fazer o movimento de pinça com os dedos (aumentando e diminuindo) ele não é responsivo.

Outra maneira é usar a ferramenta do próprio Google, é só colar o link do seu site e ele lhe trará o resultado https://search.google.com/test/mobile-friendly?hl=pt

 Site mobile

 

5. ESTEJA PRESENTE NAS REDES SOCIAIS

 Esteja presente nas redes sociais

Não adianta você gerar conteúdo relevante, ter site responsivo, site rápido se você não tem tráfego no site para o Google entender se o seu site é bom ou não para indexar. Portanto invista na divulgação pelas redes sociais para disseminar seu conteúdo e enviar para o seu site.

Até algum tempo atrás não tinha relevância nenhuma para o Google, mas com as recentes atualizações foi possível perceber que site que tem um engajamento no Facebook, Twitter, Linkedin entre outras, passaram a ter um melhor posicionamento pela questão dos sinais sociais.

DICA: A rede social que mais te ajuda na indexação do seu site é o Pinterest, vale estudar e investir nela.

 

Até aqui foram dicas que basicamente depende de você para melhorar o seu posicionamento e estar na primeira página do Google.

Portanto tem várias técnicas de otimização (SEO) que são feitas pela empresa ou programador que fez o seu site.

Vou listar aqui algumas para que você possa explorar mais e recorrer a quem lhe atende.

  • Site no padrão W3C
  • Ter sitemap
  • Enviar o roboots.txt
  • URL amigável
  • Atributo alt nas imagens
  • Cada página ter seu Title, description, h1 e h2
  • Utilizar certificado SSL
  • Ter página 404
  • Instalar o Google analytics e o Search Console

 

Bem, penso que tem muita coisa para fazer e aplicar. Já digo, não vai ser da noite para o dia que irá aparecer nas primeiras posições do Google.

Um trabalho bem feito e seguindo a risca pode levar no mínimo 6 meses para você ver o resultado no Google, mas trabalhando direitinho nas redes sociais você já vai começar a ver o resultado de aumento de visitação no seu site. 

Não esqueça de monitorar pelo Google Analytics o seu resultado para entender o que está funcionando ou não para o seu público.

Sem mais delongas, espero que tenha curtido meu artigo, se você está aqui aproveita e faz um comentário sobre o que achou do conteúdo para poder estar sempre melhorando. Se tiver dúvidas, será um prazer em ajudar.

 

Valeu e até a próxima. Obrigada

Gabriela Consoni

https://www.linkedin.com/in/gabrielaconsoni/